Sérgio Oliveira de Souza, Magistrado
  • Magistrado

Sérgio Oliveira de Souza

Bebedouro (SP)
185seguidores71seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

Sergio Oliveira de Souza, Juiz de Paz
Sérgio Oliveira de Souza.
Conciliador Mediador Judicial e Privado, Juiz de Paz, Árbitro de Direito institucional, Juiz do Tribunal Eclesiástico, Presidente Regional da Ordem dos Juízes de Paz e Árbitros de Direito, Procurador Cível, Defensor dos Direitos Humanos, Bacharel em Direito Arbitral e Teologia

Especialista em Direito: Constitucional (ILB-Senado Federal), Previdenciário e Consumidor (INEPRO), Métodos Alternativos de Solução de Conflitos (IMESB, (Nupemec TJSP, ESMP-SP, EPM), Julgados de Paz,Tribunal Eclesiástico e Ética (USP).

Cadastrado no Conselho Nacional de Justiça, Inscrito no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e Lotado no Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc - Bebedouro-SP)

Registrado no Conselho Federal da Ordem dos Juízes de Paz-CFOJPAD

Verificações

Sérgio Oliveira de Souza, Magistrado
Sérgio Oliveira de Souza

Autor (Desde Jun 2017)

Comentarista (Desde Aug 2014)

Comentários

(656)
Sérgio Oliveira de Souza, Magistrado
Sérgio Oliveira de Souza
Comentário · há 3 meses
Caro Paulo Abreu.

Respeito seu comentário, mas peço vênia para discordar, creio que não entendeu o meu comentário, pois, eu disse SUGERE e NÃO afirmei que tal comentário era VERDADEIRO ou FALSO.
Essa passagem bíblica é muito debatida nas diversas linhas teológicas, pois existe duas vertentes de entendimento. Uma na sua linha de raciocínio (amor de irmãos) e outra na visão contrária a qual citei (amor homossexual).

Passo a explicar:
Na época em que foi a bíblia escrita, a expressão "amor maior que amor de mulher" tinha sentido de amor sexual entre homens. Se o nobre amigo for analisar os versículos, vai ver que as falas dão sentido ambíguo pela declaração de amor de um para com o outro, poderia sim SUGERIR que tal amor fosse amor homossexual, pois nunca vi um irmão dizer ao outro "tu eras amabilíssimo para comigo! Excepcional era o teu amor, ultrapassando o amor de mulheres.”.
Vossa senhoria já disse algo assim a algum amigo?
Se o dissesse o que o amigo iria dizer ou pensar?
Como disse, respeito seu comentário, mas esse debate serve para crescimento e aprimoramento de conhecimento diversos. Seria muito importante que vossa senhoria dissertasse com argumentos consistentes, pois eu mesmo não tenho uma opinião formada a respeito deste assunto e ficarei grato por ter a oportunidade de analisar a sua teoria a respeito dos versículos, levando em conta o texto bíblico, e as falas em seu sentido de acordo com a época em que foi escrita e seu sentido real.

Para analisar as escrituras a fundo, não se pode ser extremista radical religioso de um determinado seguimento religioso, pois existem vários entendimentos, cabe a cada individuo expor seu raciocínio e respeitar o entendimento alheio, mesmo que discordando de tal raciocínio, com certeza seria de um crescimento fabuloso para todos os leitores da JusBrasil.

Desde já agradeço a sua atenção e conto com sua colaboração.
Sérgio Oliveira de Souza, Magistrado
Sérgio Oliveira de Souza
Comentário · há 3 meses
Não estou aqui para julgar ou fazer acepção de sexualidade, mas gostaria de estender o debate, porque na bíblia também existe uma passagem que sugere uma relação homossexual entre Davi e Jonatãs, o qual passo a transcrever.

“Sucedeu que, acabando Davi de falar com Saul, a alma de Jônatas se ligou com a de Davi; e Jônatas o amou como à sua própria alma. Saul, naquele dia, o tomou e não lhe permitiu que tornasse para casa de seu pai. Jônatas e Davi fizeram aliança; porque Jônatas o amava como à sua própria alma.” (1 Samuel 18.1-3)

“Angustiado estou por ti, meu irmão Jônatas; tu eras amabilíssimo para comigo! Excepcional era o teu amor, ultrapassando o amor de mulheres.” (2 Samuel 1.26)

Muitos personagens bíblicos são referenciais para nossas vidas, por nos deixarem exemplos de fé, coragem, obediência, paciência, humildade, mansidão. Mas, só um foi considerado pelo próprio Deus “O homem segundo o seu coração” (I Sm 13.14): Davi, o maior rei de Israel.

O único que tem o poder de julgar é Deus.

Não julgueis, para que não sejais julgados.
Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós.
E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão, e não vês a trave que está no teu olho?
Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, estando uma trave no teu?
Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão.
Mateus 7:1-5

Assim como o homossexual na bíblia é abominado, também o é, o Guloso, o idolatra, o ladrão, o assassino, o escarnecedor, o mentiroso, o perverso, o falso, os bêbados, os avarentos etc., se formos levar em conta cada um tem alguma coisa que Deus abomina, o que precisamos é buscar a perfeição que o Grande Arquiteto do Universo nos propõe. estamos em pleno estado de lapidação a caminho de nos transformarmos em homens virtuosos.

Não cabe a nós julgar nossos irmãos, mas respeita-los e deixar o julgamento para Deus.

M.I.C.T.M.R.

Justo e Perfeito.

Perfis que segue

(71)
Carregando

Seguidores

(185)
Carregando

Tópicos de interesse

(99)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

ANÚNCIO PATROCINADO

Outros perfis como Sérgio Oliveira de

Carregando

Sérgio Oliveira de Souza

Entrar em contato